Motivos para Investir no Mercado Imobiliário em 2016

Notícias > Artigo do Blog > Motivos para Investir no Mercado Imobiliário …

Com a desconfiança nos bancos e instituições financeiras no seu ápice, o panorama econômico pareceria um quadro bastante confuso para aqueles que desejam investir seu dinheiro. Mas, pode haver uma resposta: o setor imobiliário. O relatório Colliers Global Investor Outlook 2016 prognosticou que, embora muitas outras áreas da economia permanecerão estáveis ou em negativo, o mercado de bens imóveis ficará positivo e será um sólido objetivo para investimentos.

Há muitos motivos para assegurar que as propriedades imóveis são o melhor lugar para colocar seu dinheiro em 2016. Para começar, o mercado imobiliário, no seu conjunto, está em aumento: só nos EUA, os fundos destinados a investimento em bens imóveis aumentaram 11% e uma pesquisa feita com 600 investidores globais revelou que mais da metade deles elegeria um imóvel como investimento para 2016.

Também é verdade que a economia globalizada está gerando um crescente interesse nas cidades do mundo como Nova York, Londres e Paris, resultando numa melhoria econômica nesses lugares, especialmente nos EUA, onde os novos negócios estão impulsionando uma carreira, tanto para espaços de escritório como residenciais, ajudando a aumentar o valor total da propriedade.

Muitas partes do mundo estão se tornando culturas de aluguel, gerando um aumento massivo das taxas de aluguel. Isso significa que aqueles que desejam investir comprando propriedades para alugar têm altas probabilidades de obter lucros, ajudados pela globalização geral dos preços das propriedades em lugares como os EUA. Só nos Estados Unido, os relatórios do mercado de aluguel mostraram que quase 90% dos administradores imobiliários aumentou sua taxa de aluguel em 2015 e estima-se um novo aumento nesse número em 2016 a mais de 8%.

O motivo final e talvez o mais interessante para investir em bens imóveis no ano 2016 tem a ver com o aumento do financiamento alternativo.  As plataformas de crowdfunding imobiliário, como Bricksave, tornaram os investimentos em propriedades mais simples e baratos do que nunca, o que significa que cada vez mais pessoas estão entrando no jogo das propriedades e vão criando seus próprios portfólios em longo prazo. Um relatório da Universidade de Cambridge do Judge Business School afirma que o mercado de financiamento alternativo nas Américas triplicou seu tamanho do ano 2014 a 2015 e que, inclusive, está previsto que o crowdfunding ultrapasse o capital de risco no ano 2016. Isso significa que os ramos da economia, como os bens imóveis, vão se abrir a mais pessoas do que nunca antes, ajudando a colocar o crowdfunding imobiliário no lugar que lhe corresponde na economia global.

 

Escrito por Bricksave CEO, Tom de Lucy

Maio 11, 2016

COMPARTILHAR ESTE ARTIGO

Artigos relacionados

Comercial ou residencial – Por que investir em imóveis residenciais?
Outubro 13, 2022

Comercial ou residencial – Por que investir em imóveis residenciais?

Uma das primeiras perguntas feitas a potenciais investidores imobiliários é sobre a preferência por imóveis comerciais ou residenciais. Não é uma decisão tomada da noite para o dia, e cada …

Crowdfunding Imobiliário: retornos consistentes e confiáveis para aumentar sua riqueza
Setembro 29, 2022

Crowdfunding Imobiliário: retornos consistentes e confiáveis para aumentar sua riqueza

Rentabilidade estável e confiável – O segredo para acumular riqueza ao longo do tempo Por que nós investimos? A resposta é simples: ganhar dinheiro. Você pode estar economizando para a …

O que são os retornos de aluguel e como calculá-los?
Setembro 02, 2022

O que são os retornos de aluguel e como calculá-los?

Imóveis e os retornos de aluguel Retornos de aluguel são os rendimentos gerados por uma propriedade. Os aluguéis representam uma importante fonte de renda estável e de longo prazo para …

Imóveis disponíveis

O investimento está associado a riscos, incluindo a perda de capital e a falta de liquidez. Leia nossa Advertência de Riscos antes de investir.