"Investimento Imobiliário, Tradição Familiar", Sofia Gancedo, Bricksave COO

Notícias > Blog > "Investimento Imobiliário, Tradição Familiar", Sofia Gancedo, …

Em longo prazo, os ativos imobiliários tendem a preservar ou aumentar seu valor ao longo do tempo. Apesar de não serem os únicos ativos de reserva de valor durante desacelerações no ciclo econômico, eles apresentam uma razoável reserva de capital, devido à sua natureza ilíquida. Uma característica que à primeira vista poderia parecer negativa é, muitas vezes, o que faz das propriedades imobiliárias um investimento inteligente durante as crises econômicas.

Sofia Gancedo Bricksave COOSofia Gancedo, Bricksave COO

No meu caso, sempre investi em imóveis, na maneira e na quantia que me eram acessíveis ao longo dos anos.

Investir em ativos imobiliários não é necessariamente igual a comprar uma propriedade.

Ao possuir uma propriedade, você pode fazer renovações que aumentem seu valor, por exemplo. A estratégia de aproveitar os baixos custos de construção pode ser interessante em tempos de crise, permitindo que você maximize suas economias e aumente o valor do seu investimento.

Como em qualquer família, houveram momentos mais difíceis e momentos mais folgados; nesses últimos, procurei investir tudo o que podia nas minhas propriedades, pensando na quantidade de valor real que lhe acrescentaria. Em geral, a equação me dava que, por cada dólar investido, esse dólar se multiplicava por 2 ou 3 e, portanto, incrementava o valor do imóvel.


Se olharmos para trás e pensarmos se nossas famílias tivessem conservado o lugar onde nossos avós nasceram, o valor dele seria certamente muito mais alto hoje, no entanto, o dinheiro obtido de sua venda foi possivelmente utilizado em pagamento de despesas, que desapareceu durante uma geração. Uma consequência típica da imigração era a necessidade de uma casa própria. A instabilidade da vida dos imigrantes e, certamente, o seu desenraizamento, levou-os a serem os primeiros investidores em propriedades horizontais.


Em todos os níveis, os trabalhadores incansáveis que construíram nosso país sonhavam com a casa própria, apesar do quase inexistente acesso ao crédito. Se nossos avós falarem conosco hoje, eles recomendariam cuidar das nossas propriedades e vendê-las apenas para substituí-las por outra, talvez para obter mais renda; mas, com certeza, ninguém aprovaria gastar esse dinheiro em despesas correntes.


Vivemos em um momento difícil, mas quem pôde chegar à casa própria sabe o que aquilo significa; e quando os bons tempos voltarem, tomaremos decisões semelhantes às dos nossos antepassados. 

Com o objetivo de ter acesso a este mundo de investimentos imobiliários desde pequenos montantes de dinheiro nas cidades mais atraentes do planeta, criamos Bricksave. A plataforma tecnológica de crowdfunding imobiliário que, a partir de apenas USD 1.000,  oferece rentabilidades de 10% a.a em dólar, combinando o melhor do real estate com a praticidade de poder fazê-lo desde casa.

Maio 07, 2019

Artigos relacionados

3 problemas de investimento imobiliário internacional que a Bricksave resolve
Setembro 17, 2020

3 problemas de investimento imobiliário internacional que a Bricksave resolve

Muitas pessoas sonham em investir em imóveis, mas por várias razões, acham que é inacessível. Pode a Bricksave ajudar as pessoas superarem algumas das principais barreiras de entrada do investimento …

Por que investir em Lisboa
Setembro 09, 2020

Por que investir em Lisboa

Algumas das razões pelas quais investir em Portugal. Um dos países europeus com maior potencial de investimento imobiliário.

Crowdfunding x fundos de investimento imobiliário
Setembro 02, 2020

Crowdfunding x fundos de investimento imobiliário

Está pensando em investir em imóveis? Você provavelmente já viu a frase fundos imobiliários (FIIs) surgir durante sua pesquisa. Explicaremos a diferença entre o Crowdfunding Imobiliário e os FIIs para …

Imóveis disponíveis