Como o crowdfunding de capitais se abriu a todo o mundo

Notícias > Blog > Como o crowdfunding de capitais se …

A posição na qual o crowdfunding de capitais está se estabelecendo, como um dos meios mais importantes de investimento, pode ser demonstrado pela recepção extremamente positiva que a prática tem recebido em todo o mundo. De país a país, o crowdfunding de capitais abriu-se a oportunidades de investimento para aqueles que nunca teriam sido previamente capazes de investir, trazendo uma nova onda de investidores a um mercado que era habitualmente dominado por uma lista de pessoas que poderiam ser consideradas como professionais de finanças.

Os EUA, atualmente, representam o maior mercado de crowdfunding do mundo. A recente aprovação da Lei JOBS e a implementação do Título III (permitindo que investidores não credenciados possam investir) marca um verdadeiro passo à frente na trajetória do crowdfunding de capitais na América, ajudando a reduzir o monopólio sobre o investimento, mantido pelas instituições financeiras.

No Reino Unido, o crowdfunding de capitais duplicou o seu valor entre 2014-2015, atingindo um valor de mais de £ 50 milhões. Sites como Crowdcube e Seedrs dominam o mercado no Reino Unido, com a Seedrs sendo a primeira plataforma de crowdfunding de capitais a receber aprovação da Financial Conduct Authority em 2012. A Seedrs e a Crowdcube alcançaram mais de £ 125 milhões combinados, com centenas de projetos financiados bem sucedidos.

De acordo ao The Institute of Financial Services Zug IFZ, a previsão para o mercado de crowdfunding suíço é de duplicar-se em 2016, tendo saltado a 73% em 2015. O crowdfunding de capitais (mais notadamente para bens imóveis) é o favorito para este crescimento, e o mercado está estabelecido para chegar aos CHF 65 milhões ainda este ano.

Os legisladores franceses lançaram suas diretrizes para o crowdfunding de capitais em 2014, fortemente apoiado pela anterior ministra da França para a cultura, Fleur Pellerin, uma defensora do crowdfunding como um meio para impulsionar a economia francesa; ela elogia a inovação da crowdfunding como um dos verdadeiros veículos para o progresso. A regulamentação ainda é uma parte importante de crowdfunding francês, e todas as plataformas de investimento são obrigadas a se cadastrarem com a autoridade competente e cumprir determinadas diretrizes.

Na Itália, a autoridade financeira italiana (CONSOB) lançou as suas orientações sobre o crowdfunding de capitais por volta de 2013; o seu objetivo era usar o crowdfunding de capitais para impulsionar a inovação ao permitir que mais recursos estejam disponíveis para novas empresas, contribuindo, assim, para reavivar o mercado italiano.

O crowdfunding de capitais, na América Latina, está vendo uma pequena explosão com mais plataformas que aparecem em cena. O Brasil se destaca como uma das paisagens premium da América Latina para o crowdfunding de capitais. Em termos de legislação, uma série de regras remanescentes da Instrução 400, de 2003, permitiu que ocorressem algumas formas de investimento on-line, mas a Comissão de Valores Mobiliários tem procurado autorizar mais plataformas de crowdfunding de capitais, em um esforço para impulsionar o mercado.

O Banco Mundial estima que o mercado chinês de crowdfunding terá um valor de US$50 bilhões por volta de 2025. Apesar de que o crowdfunding de capitais chinês ainda está em sua infância, devido a questões regulatórias, há sinais que estão mostrando que a China (um país com um mercado de crowdfunding já saudável, baseado em doações) pode estar pronta para abraçar o potencial do crowdfunding de capitais – no sentido de que se afirma que a Comissão Reguladora de Valores Mobiliários da China está em processo de implementação de regulamentações relativas às plataformas de investimento on-line.

Quando uma nova prática influencia mudanças na legislação de uma série de países em todo o mundo, normalmente é porque tal prática está prestes a produzir um grande impacto – o que significa que os governos estão tomando nota. A absorção global do crowdfunding de capitais como um modelo de investimento virá a encorajar mais pessoas a pensar em investir seu dinheiro, em vez de permitir que se deprecie em negócios de poupança desfavoráveis.

Outubro 26, 2016

Artigos relacionados

As 5 melhores maneiras de diversificar seu portfólio de investimentos
Janeiro 20, 2021

As 5 melhores maneiras de diversificar seu portfólio de investimentos

A diversificação deveria ser um componente essencial da estratégia de cada investidor. Isso minimiza o risco e aumenta a possibilidade de obter um bom lucro. Veja como funciona a diversificação …

Os 7 melhores lugares do mundo para investir em imóveis
Janeiro 07, 2021

Os 7 melhores lugares do mundo para investir em imóveis

Escolher onde investir é quase tão desafiador quanto decidir em qual ativo investir. Algumas localizações oferecem estabilidade, enquanto outras oferecem a oportunidade de alto crescimento e retornos consideráveis. Aqui estão …

Investir em imóveis em Detroit - Dez. 2020
Dezembro 17, 2020

Investir em imóveis em Detroit - Dez. 2020

Imóveis disponíveis